Mutirão do Procon negocia R$ 3,2 milhões em acordos homologados por juízes do TJPB

Durante os cinco dias do 4º Mutirão de Renegociação de Dívidas, promovido pelo Procon Estadual e o pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça da Paraíba, foram realizados 3.134 atendimentos. Mais de 90% desses casos tiveram um acordo homologado por um juiz do TJPB. O esforço concentrado conseguiu negociar R$ 3,2 milhões. 

Este valor ainda pode ser maior, já que na estatística apresentada pela Superintendência do Procon não estão contabilizadas os acordo digitais, entre os consumidores e bancos credenciados no site www.consumidores.org.br. A divulgação levou em consideração, apenas, os acordos presenciais.

Segundo um dos diretores adjuntos do Nupemec, Fábio Leandro, os mutirões sempre são ótimas oportunidades para que o usuário, pela política da pacificação, consiga um acordo. “O cidadão que está em dívida com um ou mais órgãos pode, pela conciliação, retirar seu nome do cadastro de inadimplentes, fazendo um parcelamento da dívida, por meio de um acordo”, afirmou o juiz.

O mutirão aconteceu entre os dias 25 e 29 de março e foram negociadas dívidas com a Companhia de Água Esgoto da Paraíba (Cagepa), Energisa, TIM, Vivo, Oi, Claro, Sky, Riachuelo e Escolas Particulares. 

“O próximo mutirão acontecerá na primeira semana de julho”, adiantou a superintendente do Procon Estadual, Késsia Liliana Dantas Bezerra Cavalcanti. A sede do Procon Estadual fica em frente à Lagoa, na Avenida Parque Solon de Lucena, 234, no Centro de João Pessoa.

Fonte: TJPB/Por Fernando Patriota