TJPB e Fecomércio firmam parceria para estimular a conciliação entre devedores e credores

 

 
A partir do mês de abril, o Poder Judiciário da Paraíba vai começar a executar o programa Pró-Endividado, que consiste em chamar devedores e credores para uma tentativa de conciliação. Para viabilizar a implantação do projeto, na tarde desta segunda-feira (18) representantes do Núcleo de Conciliação do Tribunal de Justiça da Paraíba se reuniram com o presidente da Federação do Comércio do Estado (Fecomércio), Marconi Medeiros, ocasião em que discutiram, entre outros assuntos, as  vantagens da medida.
Satisfeito com a iniciativa do TJ, o gestor da Fecomércio disse que o programa fará muito bem à sociedade paraibana, principalmente à classe varejista e ao consumidor. “Esta ação vai diminuir a inadimplência e, consequentemente, fortalecer a economia do nosso Estado”, argumentou o presidente da Federação, ao pontuar os benefícios de conciliar.
A desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, que assumiu a diretoria do Núcleo de Conciliação do TJ desde o início do mês, informou que os integrantes do setor irão a Recife no próximo dia 25, a fim de conhecer de perto como se dá a execução do programa, que foi inciado no Rio Grande do Sul, mas já é realizado por outros estados da Federação, a exemplo de Pernambuco. “Nossa intenção é colocar o projeto em prática na Capital e em seguida levá-lo às principais comarcas do Estado”, informou.
O diretor-adjunto do Núcleo, o juiz Bruno Azevedo, também explicou as vantagens que o Pró-endividado trará para o Estado: “É uma medida que contribui para devolver a dignidade aos consumidores que estão em desequilíbrio financeiro; diminuir a crescente demanda do Judiciário e ajudar os credores a terem suas dívidas resgatadas”.
Já o juiz Fábio Leandro, que também integra o Núcleo, disse que a estrutura de conciliação será montada pelo Tribunal de Justiça. “Viemos buscar a parceria da Fecomércio para nos ajudar com a divulgação, levando a proposta aos associados e investindo em propagandas, confecção de cartilhas e convocando os maiores interessados”, afirmou.
Núcleo – Nesta quinta (21) e sexta-feira (22) os integrantes do Núcleo de Conciliação seguem para as comarcas de Patos, Sousa, Guarabira e Cajazeiras, com o objetivo de estabelecer parcerias para implantação dos Centros de Conciliação e Mediação nessas cidades, incentivando a prática em todo o Estado.
Além da desembargadora Maria das Graças Morais Guedes (diretora), integram o Núcleo como diretores adjuntos os magistrados Bruno Azevedo, Fábio Leandro e Carlos Sarmento, este último representante da Corregedoria Geral de Justiça.
Gecom – Gabriela Parente